Fique
por dentro

Categorias

19 NOV/19

Encontro Jacto Talks reuniu influenciadores digitais do agro

A Jacto promoveu nos dias 29 e 30 de outubro o “Jacto Talks”, primeiro encontro dos influenciadores digitais do agronegócio brasileiro.

Nesta oportunidade, 18 formadores de opinião do mundo on-line, que atuam em diversos segmentos, como agricultura de precisão e culturas específicas, participaram do encontro que foi transmitido ao vivo pelo Facebook da Jacto.

A incorporação das tecnologias digitais na agricultura, com a possibilidade de conexão de máquinas, serviços e pessoas via internet, transformaram não só as rotinas e processos, mas também os hábitos do homem do campo. Cada vez mais conectados, esse público ganhou a atenção também de pessoas e empresas do segmento agrícola, com a produção de conteúdo específicos, como é o caso dos influenciadores digitais.

Estudos recentes indicam que esses criadores de conteúdo já são a segunda fonte para tomada de decisão, e só perdem em influência para parentes e amigos quando o consumidor está em busca por um produto ou serviço.

O objetivo do encontro, ancorado nesse novo cenário de troca de informações, foi justamente discutir assuntos, tendências e novidades relacionados ao setor e formas de se comunicar e potencializar informações sobre o segmento.

Em dois dias de atividades programadas, os influenciadores conheceram a fábrica da Jacto em Pompeia-SP e as dependências da Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia, fazendo uma ambientação pelo projeto educacional que guia as ações da empresa. A visita contemplou as novas instalações do Colégio Shunji Nishimura, a Fatec Shunji Nishimura, as dependências do SENAI, além do Museu e o Memorial, que também levam o nome do fundador da Jacto.

Ao final da visita, os influenciadores fizeram uma dinâmica, com experimentação das principais tecnologias e equipamentos da Jacto e tiveram a oportunidade de conversar com Alessandra Nishimura, membro do conselho da Jacto e representante da terceira geração da família.

“Esse primeiro dia de atividades foi uma oportunidade para a empresa promover uma experiência institucional tanto no contexto digital como com um evento presencial. Nos relacionamos sim com estes influenciadores pelas redes, mas também era importante conhecê-los pessoalmente e fazer uma imersão na marca”, afirma Guilherme Panes, gerente de business development da Jacto.

Painéis discutem temas importantes relacionados ao agronegócio no contexto atual - No dia 30 de outubro, os influenciadores convidados e lideranças da Jacto discutiram, em cinco painéis, temas atuais relacionados ao ambiente do agronegócio brasileiro.

O primeiro painel do Jacto Talks teve como tema “Futuro da agricultura e digitalização” e foi moderado pelo gerente de comunicação, José Tonon Junior.

Participaram do debate Fernando Gonçalves Neto, presidente da Jacto, e os influenciadores digitais Maikol Carvalho (@agriculturadealtaprecisao); João Pierobon (@joao_pierobon); Mateus Tagler (@agronomia_futuro_do_mundo) e Adriane Steinmetz (@adrianesteinmetz).

Entre as discussões foi apontado que um dos maiores desafios é desenvolver pessoas para que sejam aptas a lidar com essas tecnologias e não somente competências técnicas, mas também emocionais e sociais para saber trabalhar em equipe, ouvir, respeitar a opinião dos outros. 

De forma geral, a tecnologia facilita a sucessão familiar, trazendo os jovens de volta pra fazenda, ampliando o interesse dos mais novos de permanecerem no campo para darem continuidade ao negócio da família. Também amplia a possibilidade para as mulheres, que se tornam protagonistas em suas funções, uma vez que muitas atividades têm o peso amenizado pelas máquinas. 

O segundo painel teve como tema “Experiência do Cliente”, recebendo entre os debatedores Valdir Martins, diretor comercial da Jacto e os influenciadores digitais André Arantes Neto (@brutosdocampooficial), Mayk Alves (@vidanocampo) e Marcelo Domingos (@gap.fatec). 

Um dos pontos chave da conversa foi a concordância de que a melhor experiência com uma marca, faz o cliente voltar e buscar novos produtos e serviços. Este atendimento, entretanto, deve ser impecável em todo o ciclo de vendas, desde o atendimento até o pós-venda com treinamentos e assistência técnica. Além da velocidade em atender, o cliente quer ser tratado de forma personalizada, esperando que as empresas lhe chamem pelo nome, tenham seu histórico como cliente e saiba suas preferências, até mesmo na forma de se comunicar.

Já para a discussão sobre “Tecnologia focada em produtividade”, tema do terceiro painel do dia, o diretor de comunicação e marketing da Jacto, Wanderson Tosta, conversou com os influenciadores digitais Alexsander Ferst (@agriculturanocomando), Lucas Agostinho (@turma_do_amendoim), Júlio César Santos (@grupodeplantiodireto) e Reiner Neto (@agromgoficial). 

No bate papo, permearam questões de como a tecnologia empregada corretamente no campo ajudou o aumento de produtividade nas últimas décadas sem crescimento de área de cultivo, assim como a importância de se usar novas ferramentas para atuar de forma preditiva e não somente corretiva. Para se alcançar patamares diferentes de produção, o agricultor precisa saber fazer o básico, mas também antecipar questões, saber gerir as muitas informações que as próprias máquinas oferecem.

O quarto painel abordou o tema “As Novas Tecnologias Digitais e sua Aplicação na Agricultura Familiar”. O diretor da unidade de portáteis da Jacto, Carlos Daniel Haushahn, juntamente com os influenciadores Giovane Weber (@fumicultoresdobr) Aretuza Negri (@elaedoagro), Andrei Oláh (@agrooficial), falaram sobre as necessidades e experiências do agricultor familiar.

Por mais que se fale sobre tecnologias chegando a todos os perfis de produtores, nem sempre ela chega de fato ao pequeno produtor e à agricultura familiar. Nesse contexto, pode-se apontar alguns desafios culturais e de como as empresas devem pensar especificamente no atendimento das demandas desse público, pois quando se fala no acesso a tecnologias para a agricultura familiar e para o pequeno produtor, estamos falando de uma realidade bastante complexa. Nesse segmento é importante lembrar que falamos também de culturas de alto valor agregado e esse mercado está sendo muito impactado por duas tendências globais bastante fortes: a escassez de mão de obra no campo, a pressão cada vez maior do mercado impulsionando o produtor a oferecer algo de qualidade e que faça bem a saúde. A digitalização para agricultura familiar e para o pequeno produtor é uma necessidade. Tanto que estamos vendo o crescimento das startups do campo, principalmente com soluções nesse segmento. Mas ainda temos o desafio cultural do medo da tecnificação do campo. É preciso quebrar a barreira do tecnológico e do ser humano. A tecnologia não vem para substituir o humano, ela vem compor, para a facilitar e promover o aumento da produtividade.

No quinto e último painel, a temática que encerrou o primeiro Jacto Talks foi “Investimentos em Educação”. Jiro Nishimura, Presidente da Fundação Shunji Nishimura de Tecnologia, representante da segunda geração da família, falou sobre o assunto com os irmãos Saile e César Farias (@jovensdoagro), com o youtuber Andrei Weber (@andreiweber123).

Todos os painéis destacaram a importância de se envolver diretamente nesse ambiente do agro e que passa pela educação, pela capacitação. O Grupo Jacto tem um forte braço educacional, representado pela fundação Shunji Nishimura de Tecnologia. As pessoas deveriam querer ir para escola. Deveriam querer estudar. A educação é transformadora. Formar pessoas é extremamente importante para a perpetuação de empresas, da própria nação. A questão de vivenciar na prática é possibilitar que as pessoas sejam protagonistas, para que elas possam agir de fato na sua realidade.

“A empresa tem como valor estar sempre ao lado do produtor e não poderia deixar de acompanhá-lo também no mundo virtual e estar perto de quem fala diretamente com eles: esse novo grupo de pessoas identificado como influenciadores digitais. A necessidade de informações qualificadas é cada vez maior nesse ambiente e acreditamos que só temos a aprender com quem está produzindo conteúdo que possa auxiliar o agricultor em suas atividades diárias. Esse é um dos grandes objetivos de estarmos presentes no meio digital e o Jacto Talks tem o compromisso de contribuir para levar conteúdo de qualidade para o agronegócio brasileiro”, reforça Wanderson Tosta, diretor de marketing da empresa.

O objetivo é formar novos grupos e expandir o formato para outros espaços e com a participação de públicos diferentes e atuante no agronegócio.

Fonte: https://www.jacto.com/brasil/press/news/encontro-jacto-talks-reuniu-influenciadores-digitais-do-agronegocio

Encontro Jacto Talks reuniu influenciadores digitais do agro

Siga o Grupo Jacto nas redes sociais

jacto facebook
jacto instagram
jacto youtube
jacto youtube

Receba nosso feed de notícias por e-mail